Quem somos

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Uma escola de ensino espontâneo onde todos são alunos e professores ao mesmo tempo. Cada um ensina o que sabe, e escolhe o que quer aprender, da forma que achar conveniente. Este conceito é o que chamamos de Cidade-Escola.
  • Este modelo inclui um conglomerado de empresinhas do bem. Produtos artesanais. Na pratica as empresas são uma forma de dar as crianças a noção de construção,empreendedorismo e parcerias. As empresas tomam o rumo que as crianças entendem como adequado. Eventuais lucros voltam ao coletivo.
  • Para as manifestações artísticas formamos uma banda-platéia que faz ensaio-shows, ao estilo jam session só que mais unida em seus objetivos construtivos. Seu nome é ” O Circo “. Não tem numero fixo de participantes. Os encontros são com numero variável de participantes,  em lugares e situações que o dia proporciona. Preferimos ter como plateia os cães.
  • Somos adeptos as ações sociais e ao voluntariado, estamos  visceralmente associados ao Jovens sem fronteiras da Hebraica.
  • Para financiar nossas atividades de voluntariado, vendemos produtos de nossos start-ups. Compramos violões para compartilhar, investindo no futuro de crianças que não tem condições de comprar um instrumento. Tambem estimulamos a sua autonomia.
  • Somos  adeptos a  atividades físicas  e a consciência corporal.
  • Estudar é chato
  • Prefirimos o pulo-do-gato.
  • Somos uma cidade-escola
  • Na verdade deixando as formalidades de lado somos um bando de porcos desgraçados.

 

Anúncios

shutterstock_6012922

Ritmo no clube do caderno

Definição de felicidade

Um slime bom tem que ser

 

Nós que estamos enraizados no #clubedamassa sabemos que um “slime” não é uma simples geleka. Visto de fora pode parecer uma bobagem, mas para nós um slime é um super simbolo de mil coisas. Acima de tudo é um simbolo de cumplicidade e da mais profunda amizade. É isso que sinto brincando de slime com a Laura e com todos os membros do clube. Só que perdi a conta quantos somos. Muitos…

Pisator feitos em casa

Entra dia e sai dia e a esmagadora maioria do planeta acorda acomodada no sentido de ir construindo junto com as crianças carteiras melhores para cuidar da postura dos estudantes. Colunas tortas. Respiração curta, e o pé como é que fica? Meu deus. Onde estão indo as prioridades? Mas agora tem a criativa Manu ❤️ aqui de parceira. Apresentando soluções. Crianças assim me fazem ter fé em um mundo melhor. Potato pisator solutions I love my feet #potatopisatorsolutionsilovemyfeet

Tutorial sobre Bind no yoyo

Tem dois tipos basicamente de yoyos profissionais. Um que volta quando puxamos o cordão com jeitinho. (responsive) E outro que não volta de jeito nenhum (unresponsive) . Esse que estou usando é unresponsive e para voltar tem um truque (bind) que consiste em criar um atrito dobrando a corda em dois, engrossando-a e assim acionando o mecanismo de retorno. São mil tipos de bind. Esse é o básico um. Vou mostrando os que eu sei nas aulas. #clubedoioiô

Dança horrorosa com slime

Show em praça publica é lindo. Agora a praça dos meus sonhos está no bairro do Grajaú, onde pretendemos constrir um barraco para ser a sede da cidade escola (a viagem dos meus sonhos nessas férias é passar uns dias no Grajaú e construir um barraco com as crianças e familias de lá) aqui tive uma ideia de uma coreografia para a bamboleada com música ao vivo quando a gente for comemorar a inauguração da escola . Danças com slimes. Preparem as colas e as espumas de barbear. Vamos vender uns bambolês para comprar material. Assim não sobrecarregamos as mães com compras. Precisamos ser sustentáveis. #cidadeescola

Jam com a gaita no Grajaú

Diversas saladas e um grelhado

 

Este yoyo é “unresponsive” ou seja, não volta… fica girando. Para que ele volte usamos uma técnica chamada “bind” que consiste em dobrar a cordinha em 2 e atirar a corda dupla dentro do yoyo. Assim o aglomerado das duas cordinhas se enrosca entre si e cria o atrito que faz o redondinho voltar. Existem infinitos binds. Essa sequencia é de minha autoria e chama-se : “diversas saladas e um grelhado. Pode por uma gota de azeite”. #clubedoioiô

Fazendo as parcerias

Costurando as parcerias para os jams sessions (O circo) 🎪. Vai ter bamboleada, capoeira e danças indigenas. #cidadeemconstrução

Ai meu deus vazou slime no banco